Imagem capa - NÃO VAMOS SAIR PARA FOTOGRAFAR por Um Girassol

NÃO VAMOS SAIR PARA FOTOGRAFAR

Toda vez que uma noiva vem me procurar ela já manda logo um: MEU NOIVO ODEIA TIRAR FOTOS. E acho isso super engraçado porque na mente de nós homens, fotografia é algo que remete a vaidade, e parece que é meio vergonhoso ser vaidoso, né? Ou então fotografia na mente de nós homens é meio que traumático. Isso porque sempre temos aquela TIA LOKA que nos obriga a sair nas fotografias de família quando tudo que queríamos era brincar com os primos. Mas, o que eu sempre busquei nos meus ensaios de pré casamento ou pós casamento foi algo que fosse além de fotografias. Creio que fotografia deve ser uma experiência gostosa. No último ensaio pré casamento que eu fiz, nós curtimos o dia adoidado. Pegamos o carro e saímos de BH rumo a Capitólio. Um lugar lindo e totalmente paradisíaco. E desde o início tentei fazer com que isso fosse uma experiência gostosa. Trocando ideia dentro do carro, ouvindo tudo quanto é tipo de música e contando casos da minha vida. Quando chegamos no local das fotos, já fiquei super empolgado, mas, no início eu não quis fazer tantas fotos. E o motivo disso é que eu queria que os noivos primeiro curtissem o rolê que eles talvez nunca tinham curtido antes. Gosto de começar as coisas assim, gosto que eles se familiarizem com o lugar e que não sejam bombardeados de cliques por um louco com a câmera na mão. Ou seja, eu tento ser o oposto que a TIA LOKA é nas festinhas. 


Na hora de fotografar, eu explico para eles que aquele é um dia onde eles irão curtir e que as fotos serão apenas consequência. Então o lance é deixar com que os dois fiquem á vontade. E pouco a pouco eu os guio apenas com detalhes que podem fazer com que a foto fique mais harmoniosa. São poucos os momentos onde eu falo para os dois fazerem poses que eu imaginei. Gosta de deixar com que os casais fiquem livres para serem eles mesmos. Tem casal que ri um da cara do outro, tem casal que é super singelo e tem casal que são várias facetas em diferentes momentos. Quando eu digo que todos nós temos nossas próprias formas de amar e ser amado, eu tento transparecer nas minhas fotografias. Porque eu odiaria entrar no meu site e ver pessoas diferentes em lugares diferentes fazendo as mesmas coisas em todos os álbuns. Isso não iria demonstrar as diferentes formas de amar e ser amado. Então se formos sair para fotografar, vamos sair para curtir juntos. Vamos fazer com que esse dia não seja um dia CHATO. Vamos conhecer um lugar novo, ficar impressionado com coisas novas e curtir cada minuto como se fosse um dia para descansarmos a mente e também um dia para que vocês dois (noivo e noiva) possam curtir um dia somente de vocês, longe de todas as responsabilidades e de todos os entraves normais do dia a dia. 

NÃO VAMOS SAIR PARA FOTOGRAFAR.


CLICA AQUI PARA VER AS FOTOS QUE FIZEMOS EM CAPITÓLIO